domingo, agosto 10, 2014

Tiago 5:1-6: O Valor das Coisas

Tiago 5:1-6: Eia, pois, agora vós, ricos, chorai e pranteai, por vossas misérias, que sobre vós hão de vir. As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão comidas de traça. O vosso ouro e a vossa prata se enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias. Eis que o jornal dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras, e que por vós foi diminuído, clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos exércitos. Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações, como num dia de matança. Condenastes e matastes o justo; ele não vos resistiu.




A IDOLATRIA DA RIQUEZA.


O dinheiro ou a riqueza podem ser um ídolo na vida de uma pessoa, o próprio Jesus comparou a influência do poder financeiro ao próprio Deus em Mateus:
"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas (Mt. 6:24)"

Paulo em 1 Tm 6:10 diz que:
Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males

É interessante que esta passagem de Tiago vem logo após uma reflexão sobre a inconstância da vida porque a maioria das nossas preocupações em relação ao futuro estão ligadas ao dinheiro.

Como saber se o dinheiro se tornou um ídolo em nossa vida? 

Tiago dá três sintomas de como o dinheiro pode se tornar o senhor da vida de alguém. 

1. QUANDO BUSCAMOS SEGURANÇA NO DINHEIRO.

Eia, pois, agora vós, ricos, chorai e pranteai, por vossas misérias, que sobre vós hão de vir. As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão comidas de traça. O vosso ouro e a vossa prata se enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias. (Tiago 5:1-3)

Vivemos a nossa vida em função do nosso sustento, é o nosso trabalho que dita o nosso ritmo de vida, acordamos e dormimos conforme o nosso trabalho, tudo para garantir o sustento para a nossa vida. 

Contudo,quase sempre, nunca estamos contentes com aquilo que temos. O mundo coloca a segurança na posse das coisas, e nunca achamos que temos o suficiente para estarmos seguros.

Quanto mais temos, mais achamos que não temos. Porque toda a idolatria é uma espécie de vício, precisamos de mais e mais para sentirmos cada vez menos. Assim que compramos alguma coisa, já estamos pensando em comprar outra e nem usamos aquilo que compramos.


2. QUANDO BUSCAMOS PODER NO DINHEIRO

Eis que o jornal dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras, e que por vós foi diminuído, clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos exércitos (Tiago 5:4)

Os ricos de Tiago que não faziam parte da igreja estavam se enriquecendo às custas da opressão dos pobres. Um dos sintomas para sabermos que o dinheiro se tornou um deus na nossa vida é refletirmos se tiramos vantagem quando estamos em nosso trabalho, isso mostra o quão faminto estamos para ter mais grana na nossa vida mesmo que isso vai contra outra pessoa. 

Deixamos as coisas mais importantes que as pessoas, isto nos dá uma sensação de poder sobre as outras pessoas, mas é roubo. Isto não é somente do empregador que não paga aquilo que deve aos seus empregados mas também serve para os empregados que não trabalham como deveriam para seus patrões.

Isto demonstra que estamos trabalhando para nós mesmos e não seguindo aquilo que a Bíblia nos ensina:

Cl 3.22   Vós, servos, obedecei em tudo a vosso senhor segundo a carne, não servindo só na aparência, como para agradar aos homens, mas em simplicidade de coração, temendo a Deus.

3. QUANDO BUSCAMOS PRAZER NO DINHEIRO.

Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações, como num dia de matança. Condenastes e matastes o justo; ele não vos resistiu. (Tiago 5:5-6)

Já vimos dois sintomas  para sabermos se o dinheiro se tornou um ídolo em nossa vida. Primeiro, quando depositamos nossa segurança ou confiança naquilo que temos e, em segundo lugar, quando buscamos poder sobre as outras pessoas a partir daquilo que temos, defraudando para ter mais. 

A terceira característica é quando buscamos ter mais para ter mais prazer. Quando nos enforcamos em dívidas para termos um prazer luxuoso que vai além das nossas posses, muitas pessoas estão em uma situação delicada financeiramente porque procuram nas coisas um prazer desenfreado que o leva uma bancarrota.

CURANDO OS TRÊS SINTOMAS.

1. A REAL SEGURANÇA ESTÁ EM DEUS.

O descanso verdadeiro está em Deus, precisamos levar o nosso coração a aprender a depender de Deus e viver na dependência dele. Para isto é importante que saibamos de coração que:

a. Pertencemos ao Senhor.
b. Que tudo que temos pertence a Deus.

2. O PODER REAL ESTÁ EM DEUS.

A consciência de que tudo que temos pertence a Deus, nos leva a dar glórias a Deus por tudo que temos e descobrir que o poder é somente dEle.  Então, tudo que temos é um presente dele para nós. 

As pessoas em sua vida é um presente. As oportunidades em sua vida é um presente. As posses em sua vida é um presente. Os recursos em sua vida é um presente. Os dias de sua vida, eles são um presente. E o maior presente de todos é a salvação. Quero dizer, você precisa saber disso que em todas as outras religiões, você tem que pagar por isso. Você tem que reencarnar e pagar a Deus por todas essas coisas que você fez. Você tem que sofrer. Ou você tem que fazer uma boa ação a cada vez que você faz uma má ação. Ou você tem que ir para o purgatório e pagá-lo de volta
Somos mordomos daquilo que Deus colocou em nossa mão, não somos nós que transformamos pedras em pão. É a palavra de Deus que sustenta a nossa vida, então, uma boa dica para começarmos entender isto de verdade é a disciplina espiritual da generosidade. 

Quando ofertamos e dizimamos estamos reconhecendo a soberania e o senhorio de Cristo em nossa vida e em nossa riqueza, é uma forma de dizermos ao nosso coração e ao nosso bolso que há um dono que governa a nossa vida.

E se tudo é de Deus, jamais poderemos defraudar alguém para mostrar poder, já que entendemos que somos instrumentos de Deus para ajudar alguém com seu sustento de maneira justa e honesta.

3. O REAL PRAZER ESTÁ EM DEUS.

Quando entendemos a providência de Deus para a nossa vida, podemos realmente descansar e desfrutar a nossa vida confiando que Ele cuida da gente. Não precisamos mais acumular para nos sentirmos seguros, nem defraudar para ficarmos mais poderemos e nem ter e ter para nos sentirmos mais felizes, descobrimos uma felicidade que dinheiro nenhum pode pagar.

2 Co 8: 9 Pois vocês conhecem a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, se fez pobre por amor de vocês, para que por meio de sua pobreza vocês se tornassem ricos.


Nenhum comentário: