quinta-feira, julho 20, 2006

O Verdadeiro Avivamento

ARMSTRONG, John O VERDADEIRO AVIVAMENTO ed. Vida
"Avivamento verdadeiro é a intervenção soberana do Espírito Santo de Deus, o Espírito de Pentecostes, movendo-se impetuosa e poderosamente por toda a igreja visível, ao abençoar o ministério normal da Palavra de Deus e a oração na vida, tanto dos crentes veteranos, quanto dos novos-convertidos. Podemos entender isso como uma temporada extraordinariamente intensa de bênçãos sobre o cristianismo normal neotestamentário" p. 43

“A igreja dos nossos dias está desesperadamente necessitada da intervenção e ação divina em todos seus ministérios, por meio do verdadeiro avivamento; ninguém que se importa com a verdadeira prosperidade da igreja de Cristo deve duvidar disso” p. 46
“Pentecostes foi o inicio: ele trouxe um rio de bênçãos a todo o povo de Deus para toda era presente. Mas ele também pode ser entendido como primeiro numa serie de preenchimentos ou efusões” p. 71
“Deus tinha isso em seu coracao desde a eternidade, para glorificar seu querido e primogenito Filho; e há algumas epocas que ele aponta para esse fim, em que ele vem à frente com um poder onipotente para cumprir sua promessa e juramento a ele. E esses são tempos de um derramamento extraordinario de seu Espirito para o progresso em seu reino. Tal é o dia de seu poder” Jonathan Edwards p. 81

“Deus ordenou que a pregação fosse o meio primário para alimentar sua igreja, e ele ordenou que pastores alimentassem o rebanho com a Palavra. Os avivamentos autenticos sempre renovam a pregacao poderosa”. P. 84
"O arrependimento numa vida é a graça salvadora que por meio de um pecador, fora da verdadeira percepção do seu pecado, e compreensão da misericórdia de Deus em Cristo, finalmente, com pesar e aversão ao seu pecado, se volta para Deus com um propósito profundo,, e um empenho, de uma nova obediência" p. 88
C.S. Lewis: "SE você ler a história, vai descobrir que os cristãos que fizeram o máximo pelo mundo presente foram exatamente aqueles que pensaram o máximo no mundo vindouro" p. 92
"Uma onda de avivamento varre a igreja quando três coisas acontecem simultaneamente: ensino das grandes verdades do Evangelho com clareza, aplicação dessas verdades à vida das pessoas com poder espiritual e extensão dessa experiência a um grupo de grandes pessoas. Nós evangélicos precisamos urgentemente desse tipo de avivamento hoje. Nós precisamos redescobrir o Evangelho" Raymond Ortlund, Jr. p.97
"A obra do Espírito Santo é conduzir a igreja a lembrar e obedecer às verdades conservadas na Bíblia para todas as épocas" p. 101
P.T. Foryth: "o pecado não é nada mais do que o desafio à santidade de Deus, a graça ão é nada mais do que a reação da sua santidade ao pecado, a cruz não é nada mais do que a sua vitória e a fé não é nada mais do que a admiração da santidade" p. 103
"Quando o Espírito é derramado em medida maior sobre a igreja, o resultado sempre é o amor maior por Cristo, a apreciação mais profunda da sua importância e adoração mais intensa dele como o Cordeiro que está no trono" p. 105
"A justiça perfeita de Cristo é tudo de que preciso para que Deus olhe com benevolência para minha pobre alma. A vida e a morte de Cristo somente são suficientes para me redimir para toda eternidade" p. 109
"O Espirito Santo conduz as pessoas a confessarem o pecado e a confiarem somente na justiça de Cristo. Ele também provoca o desejo pela santidade e o amor a Cristo. Essas coisas são normais. Elas formam o padrão bíblico de igreja até o fim desta presente era. O que o avivamento produz é a intensificação dessas ações normais do Espírito" p. 123
"Toda oração verdadeira é uma variação do tema 'Seja feita tua vontade'" John Stott
"A oração é uma oferta dos nossos desejos a Deus para a realização de coisas agradáveis à vontade dele, em nome de Cristo, com confissão dos nossos pecados e gratidãoi por suas misericóridias" p. 146

terça-feira, julho 18, 2006

sábado, julho 15, 2006

Flores do Jardim de Agostinho

WEINGARTNER, Lindolfo Flores do Jardim de Agostinho Encontro Editora

“tu estiveste comigo, ó Deus, mas eu não estive contigo. Ai tu chamaste, gritaste, e quebraste o encanto da minha surdez, relampejaste, luziste, e afugentaste a minha cegueira” p. 11

“Não é possível que de mim mesmo nasça minha salvação (latim: a me mihi salus esse non potes”) p. 12

“É melhor ser dedo e fazer parte do corpo, do que ser olho e vir a ser arrancado deste” p.17

“Deus habita nas alturas, mas ele olha para as profundezas” p. 18

“Ninguém pode vir a mim, se não lhe for dado por meu Pai” (João 6:65). Então, até o crer nos é dadp. Crer não é alguma coisinha qualquer. Assim, se é algo grande, alegra-te por teres crido, porém, não te exaltes. Pois o que tu tens que não tivesses recebido?” p. 22

“Ao consentires com o pecado de outra pessoa, este se torna o teu pecado próprio” p. 26

“O gozo carnal é passageiro, o pecado permanece. Passou o que deleitava, permaneceu o que continua ferindo. Má servidão esta!” p. 28

“Cristo não deseja nenhuma comunhão de bens, ele tão somente quer possuir o que comprou. Comprou-o por tão alto preço para possui-lo com exclusividade.” p. 29

“Aquele que foi fixado à cruz por um povo, agora se acha fixado no coração de todos os povos” p. 32

“Ninguém é capaz de atravessar o mar deste mundo, a não ser que seja carregado pela cruz de Cristo” p. 32


“Ao ser crucificado o Cristo, o véu do templo se rasgou, já que, pela sua paixão, foram revelados todos os mistérios ocultos” p. 34

“Relacionamo-nos com nosso Senhor e Salvador, outrora pendurado no madeiro, agora sentado no céu. Ele pagou o resgate por nós, enquanto pendurado no madeiro; sentado no céu, ele recolhe o que comprou” p. 37

“Cristãos, o que está dentro de vocês deve arder, a fim de que incendeie a outros.” p. 41

quarta-feira, julho 12, 2006

5 votos para obter poder espiritual

TOZER, A.W. 5 votos para obter poder espiritual Editora dos Clássicos,2004.

1o. voto - Trate seriamente com o Pecado.

"Não estou pregando a perfeição sem pecado. Antes, quero dizer que todo pecado conhecido deve ser nomeado, identificado e repudiado, e que devemos confiar em Deus para nos libertar dele, para que não exista qualquer pecado consciente, deliberado em qualquer parte de nossa vida". p. 16-17

2o. voto- Não seja dono de coisa alguma

"Deus permitirá que você tenha seu carro e seus negócios, sua profissão e sua posição, qualquer que ela seja, contanto que entenda que isso não é seu, em absoluto, mas Dele, e que tudo quanto está fazendo é apenas trabalhando para Ele. Então, poderá estar tranqüilo em relação a tudo isso, pois nunca precisamos nos preocupar por perder o que pertence a outra pessoa. Se estas coisas forem suas, você estará sempre olhando para suas mãos para ver se ainda estão ali, mas se forem de Deus, já não precisa se preocupar com elas” p.20

3o. voto- Nunca se defenda

“Todos nós nascemos com o desejo de defender-nos. E caso insista em defender a si mesmo, Deus permitirá que você o faça. Porém, se você entregar a sua defesa a Deus, então, Ele o defenderá” p 22

“O Senhor é quem luta por mim. E Ele será o Inimigo dos seus inimigos e Adversário dos seus adversários, e você nunca mais precisará defender a si mesmo”p.22

“O que defendemos? Bem, defendemos nosso serviço e, particularmente, defendemos nossa reputação. Sua reputação é o que os outros pensam que você é, e se surgir alguma história sobre você, a grande tentação é tentarmos correr para acabar com ela. Mas, como você bem sabe, tentar chegar até a fonte de uma história assim é uma tarefa inútil. Absolutamente inútil! É como tentar achar o passarinho, depois de ter encontrado uma pena no gramado” p. 23

4o. voto Nunca passe adiante algo que prejudique alguém.

“O fofoqueiro não tem lugar no favor de Deus. Se você sabe de alguma coisa que possa vir a obstruir ou ferir a reputação de um dos filhos de Deus, enterre-a para sempre” p. 26

“a graça é que fez você entrar no reino de Deus. É um favor imerecido. Porém, depois de você assentar-se à mesa do Pai, ele espera poder ensina-lo como se portar à mesa. E Ele não lhe permitirá comer enquanto você não obedecer à etiqueta de Sua mesa. E que etiqueta é essa? É que não conte historias sobre os irmãos que estão assentados à mesa com você- não importando onde congregam, a nacionalidade ou acontecimentos do passado” p 26-27

5o. voto – Nunca aceite qualquer glória

“Já é ruim o bastante procurar reputação no mundo, mas é pior procurar reputação entre o povo de Deus. Nosso Senhor desistiu de Sua reputação, e devemos fazer isso também” p. 28

Meister Eckhart: “Quem quer sirva por uma comissão, por um pouquinho de glória que possa tirar desse serviço, é um comerciante, e deve ser expulso do templo”. P 29

T. Austin- Sparks: “Na verdade, Ele só não simpatiza com nosso egoísmo. Ele apenas busca destruir dentro de nós qualquer coisa que tenha o gosto de amor-próprio, vanglória, auto-suficiência, e reproduzir em nós algo da beleza do Seu próprio caráter” p. 30

“Esses cinco votos necessitam ser escritos em nosso próprio sangue. Tem de ser votos finais, irrevogáveis. Ficarem apenas na superfície não é suficiente. Muito de nossa consagração é assim, apenas superficial. Não pode ser assim. Não! Que esses votos venham das profundezas de seu coração, das maiores profundezas do seu espírito” p 31

“Esses votos são contrários à antiga natureza humana. Eles introduzem a cruz em nossa vida. E ninguém jamais pôde recuar depois de ter tomado sua cruz.” p. 31

“Ninguém pode “experimentar” Jesus. Ele não está a disposição de ninguém para ser testado. Você está. Eu estou. Ele não! Deus O ressuscitou de entre os mortos e para sempre confirmou Sua deidade e O selou e entronizou à Sua mão direita como Senhor e Cristo. Entregue tudo a Ele e notará que sua vida começará a ser elevada. Você florescerá de maneira maravilhosa” p. 32

Ó Deus, glorifica-Te a Ti mesmo à minha custa. Envia-me a conta- qualquer que for, Senhor. Eu não estabeleço o preço. Não tentarei voltar atrás nem barganhar. Glorifica-Te a Ti mesmo. Eu arcarei com as conseqüências” p. 33



segunda-feira, julho 10, 2006

sábado, julho 08, 2006

2 vezes Yancey

YANCEY, Phillip O Jesus que eu nunca conheci Ed. Vida

“Com freqüência uma obra de Deus vem com dois gumes, grande alegria e grande sofrimento, e nessa resposta prosaica Maria abraçou os dois. Foi a primeira pessoa a aceitar Jesus com todas as suas condições, apesar do custo pessoal” p 33

“saborear o gosto do pão sem sujeitar às regras fixas da fome e da agricultura, enfrentar os riscos sem o perigo real, desfrutar da fama e do poder sem a perspectiva da rejeição dolorosa” p 74

G. K. Chesterton: “Santo é aquele que exagera o que o mundo negligencia”

“A graça é para os desesperados, os necessitados, os quebrantados, os que não conseguem realizar nada por si mesmos. A graça é para todos nos”p 156

“Nunca paro de admirar que a esperança crista sobre um homem cuja mensagem foi rejeitada se cujo amor foi desprezado, que foi condenado como criminoso e recebeu uma sentença de pena de morte” p 265

“Posso preocupar-me ate entrar num estado de aborrecimento acerca de questões como `O que adianta orar se Deus já sabe de todas as coisas?` Jesus silencia tais questões, ele orou, por isso também devo orar” p 286

John Updike: “O Deus crucificado formou uma ponte entre a nossa percepção humana de um mundo cruelmente imperfeito e indiferente e nossa necessidade humana de Deus, nosso senso humano de que Deus esta presente” p 295

YANCEY, Phillip Decepcionado com Deus Ed. Mundo Cristão, 2004

“Deus decidiu aprender como que é ser humano. Tudo o que sentimos, Deus sentiu. Instintivamente, desejamos um Deus que não apenas saiba acerca da dor, mas que partilhe dela, desejamos um Deus que é afetado pela nossa própria dor” p 132

Paul Tournier: “Onde não ha qualquer oportunidade de duvida, também já não ha qualquer oportunidade de fé” p 220

“A fidelidade significa aprender a crer que fora do perímetro de nevoa cinzenta, Deus ainda reina e não nos abandonou, não importam as aparências” p 221

O Filho Pródigo

NOUWEN, Henri J. M. O Filho Pródigo Paulinas, 2004.

FILHO PRODIGO
“Quando Lucas escreve”partir para uma região longínqua”, ele se refere a muita mais do que o desejo de ver o mundo. Ele se refere a uma quebra drástica da maneira de viver, pensar e agir que recebeu como um legado sagrado das gerações passadas” p 41

MUNDO
“Só tomaram conhecimento da sua pessoa enquanto lhes podia ser útil. Mas não tendo mais dinheiro para gastar, ou presentes para dar, deixou de existir para eles” p 52

“Quando o filho mais jovem não era mais considerado como ser humano pelas pessoas a sua volta, sentiu a profundeza do seu isolamento, a mais completa solidão que alguém pode sentir” p 53

PERDAO
“Receber o perdão exige uma absoluta aceitação para deixar Deus ser Deus e fazer toda a cura, restauração e reparos. Enquanto eu mesmo quiser fazer isso, só obtenho soluções parciais” p 59

HISTORIA SEM FIM
“O fato de que a parábola não tem um fecho indica certamente que o amor do pai não depende de um final adequado” p 86

CONFIANCA
“Confiança é a convicção intima que o Pai me quer de volta pra sua casa” p 93

GRATIDAO
“Ressentimento e gratidão não podem coexistir, uma vez que o ressentimento impede a percepção e o reconhecimento da vida como um dom (...) A disciplina da gratidão é o esforço explicito para reconhecer que tudo que sou e tenho é dado a mim como um dom de amor, um dom para ser comunicado com alegria” p 94

“Em muitos pontos tenho que dar um salto na fé de modo a permitir que a confiança e a gratidão prevaleçam para escrever uma carta amiga a alguém que não me perdoe, dar um telefonema para alguém que me tenha rejeitado, falar uma palavra que abençoe alguém que não possa fazer o mesmo” p 95

AMOR DE DEUS
“O amor do Pai abrange todo o sofrimento humano, encerra toda a humanidade. O toque de suas mão, irradiando uma luz divina, deseja somente curar, restaurar a vida” p 105

“Pois Deus não é um Deus firme lá em cima, dizendo a cada um o que deve fazer, mas um Deus em agonia pedindo amor” p 159

VOLTA A DEUS
“Quando eu vir o meu eu perdido através dos olhos de Deus e descobrir a alegria do Senhor com a minha volta para casa, ai então minha vida pode se tornar menos angustiada e mais confiante” p 117

FE
“Escolher a luz mesmo quando ha muita escuridão para me assustar, optar pela vida quando as forças da morte são tão visíveis e eleger a verdade mesmo estou rodeado de mentiras” p 126

“É contentamento de pertencer à casa de Deus cujo amor é mais forte que a morte e que nos capacita a viver no mundo embora já pertencendo ao reinado da alegria” p127

REALIDADE
“O sentimento de pesar me permite ver alem do meu amor e me dar conta do sofrimento enorme que resulta da perdição humana. Abre meu coração para uma solidariedade com meus irmãos” 142

Problemas, Presença de Deus e Oração

WELLS, Mike Problemas, Presença de Deus e Oração Abba Press.



“A vida crista é de problemas, mas lembre-se de que cada problema passou pelas mãos de um Pai de amor e traz consigo mesmo antes de chegar, um propósito expresso e intrínseco” p 19

“Deus usa problemas para destruir nossos planos- que nunca nos trariam vida abundante- e conduzir-nos pela porta que nos leva pra Sua presença e verdadeira vida” p 26

“A resposta esta nEle e não em nos. Temos de nos concentrar nEle e não em nossos fracassos, frustrações ou ansiedade” p 28

“Precisamos permitir a cada circunstancia nos leve pra Presença de Deus, onde encontraremos nosso alivio” p 42

“Por que você sofre? Porque você não é um dos muitos chamados, mas um dos poucos escolhidos. Você sofre porque Deus em Seu amor o vê como alguém precioso e especial que Ele quer para si” p 47

“Somos ramos entregues pra videira, confiando nEle para tudo que precisamos” p 55

“Entrega não requer grande força, mas apenas abandonar-se pra força de Deus e viver diariamente consciente dela e experimentando-a” p 57

“Ser ofendido é um ingrediente crucial na vida do cristão porque quando a insolência dos outros não nos incomodar mais, saberemos que estamos vivendo a vida eterna” p 60

“A definição do Senhor de uma vida profunda não é pesada, mas é a de uma vida em que simplesmente Lhe entregamos nossos espíritos a cada momento” p 63

“Em nossos corações, a luz de Deus tem de se levantar a cada dia, e toda escuridão, inclusive o medo, desaparecerá” p 67

“O desejo de esperar em Deus enquanto nada se recebe, o dizer uma palav
ra gentil quando difamado ou mal interpretado, e a capacidade de amar os que não se consegue amar” p 108

“Somos aceitáveis porque a vida de Cristo, a única vida aceitável a Deus, habita em nos para se tornar nossa vida mesmo” p 111

“Quando tiver uma atitude de dependência total, o Pai o conduzira ao verdadeiro mana que vem do céu, porque Ele é o verdadeiro pastor que alimenta seu rebanho consigo mesmo” p 130

“Tenha fé na proximidade que Ele livremente concedeu habitando em você, e aja com base na segurança completa de que Ele esta perto” p 134

“Um dos segredos da vida permanente é o reconhecimento de que Cristo, agora é nossa vida, então o que é verdade sobre Sua vida torna-se verdade sobre nos” p 136

“Lutamos de, não para, uma posição de vitória. Compartilhamos de uma vida que venceu o inimigo” p 138
“Porque Ele se diz nossa vida! Ele esta conosco e em nos, Ele é a Videira e nos, os ramos, é assim porque Ele diz. Isso é fé! É suficiente! Não precisamos de prova experimental ou emocional, mas apenas que Ele o diga. Isso é a vida plena” p 160

sexta-feira, julho 07, 2006

Janelas para a vida

SOUSA, Ricardo Barbosa Janelas para a vida: a espiritualidade do

cotidiano Editora Encontro.

“Se não entendemos a comunhão no ser trinitario de Deus, não podemos conhecer Deus Foi desta maneira que o mundo antigo ouviu pela primeira vez que é a comunhão que forma o ser, nada existe sem ela, nem mesmo Deus” p 16

“Preservar estes votos, sobretudo nos momentos ameaçados pelas seduções que cruzam nossos caminhos, é a forma para crescer e amadurecer emocionalmente nas nossas relações, seja com Deus, seja com o próximo” p 23

“As armas de Deus são outras. Seu poder transforma a vida e a alma humana, nos livra das ambições do poder, nos torna mais submissos e obedientes a Ele e sua Palavra, mais comprometidos com seu reino e sua justiça” p 28

“A vitória espiritual é a resposta do amor incondicional e desinteressado a Deus e ao seu reino. Enquanto, permanecermos íntegros nas nossas motivações e desejos, enquanto permanecermos no caminho do discipulado e da cruz, enquanto permanecermos obediente e submissos ao Senhor e sua Palavra, permanecermos do lado de quem é e sempre será o vencedor” p 31

“Não são os gigantes que determinam a realidade, é Deus. No entanto, essa realidade que pertence a Deus e aos seus olhos nos é revelada quando paramos para ouvi-lo e conhece-lo” p 60

“É a presença daquele que Deus com poder ressuscitou dentre os mortos e que agora, presente na vida daqueles que crêem, faz com que o eterno e o terreno se misturem, dando um novo e vivo sentido para a vida. Ter o Espírito de Cristo é ter o próprio Cristo vivendo a vida da ressurreição em nos e através de nos” p 35

“Falar com salmos não significa recitar os salmos da Bíblia ou espiritualizar nossas conversas, é encontrar, por meio do Espírito de Deus, uma linguagem que fale para a alma, que toque no coração” p 39
"Queremos o melhor de Deus, mas não nos abandonamos em suas mãos e em seus cuidados; queremos a vida eterna, mas não pretendemos abrir mão dos nossos tesouros aqui, porque pode ser que ela demore a chegar, ou, na pior das hipóteses, nem exista. Deus é bom simplesmente porque é útil. No entanto, quando nos vemos diante de uma proposta como a que Jesus fez ao jovem rico duvidamos de sua bondade porque não reconhecemos em sua vontade algo que seja útil (...) Muitos cristãos ainda buscam, como o jovem rico, uma resposta que conduza à vida eterna. A eternidade é o abandono que hoje fazemos ao aceitar e descansar no amor e na bondade de Deus " p. 131
"O homem que não conhece suas fraquezas jamais compreenderá a natureza do poder e da graça de Deus. Foi por esta razão, Paulo reconhece, que lhe foi posto um espinho na carne, evitando o grande pecado da grandeza e exaltação humana" p. 137
Henri Nouwen: "Numa sociedade que é muito mais inclinada a ajudar-nos a esconder a dor do que a crescer através dela, é necessário fazer esforço muito consciente para enlutar. Os dias em que os que estão de luto usam roupas escuras e afastam-se da vida pública por vários meses já acabaram. Mas sinto que sem disciplina explícita sou tentado a voltar ao 'normal' e, assim, esquecer minha mãe, até contra a minha vontade. Mas sei que não devo esquecer, que tenho que lembrar-me dela, ainda que as recordações me tragam dor, pena e tristeza....Quanto mais entrei na própria dor, mais consciente tornei-me de que alguma coisa nova estava para nascer, algo que eu desconhecia" p.138
"Para Jesus, orar é entrar numa relação única com o Pai e experimentar o prazer de conhecer sua vontade e cumpri-la. A vontade de Deus revela seu caráter, seu amor e justiça. Conhecê-la é conhecer a Deus, experimentá-la e se deixar ser tocado por sua graça e bondade. A vida de oração nos desprende da nossa própria vontade e permite que a vontade de Deus molde nosso caráter" p. 149
"Orar é ouvir primeiro para depois falar, é responder e esperar, é manter os olhos sempre voltados ao olhar amoroso e gracioso do nosso Salvador e aguardar a salvação que vem dele" p. 155

quarta-feira, julho 05, 2006

A mensagem de Atos

STOTT, John A mensagem de Atos ABU, 2000.

“Lucas, o teólogo da salvação, é em sua essência, um evangelista. Pois ele proclama o evangelho da salvação de Deus em Cristo para todos os povos. p 29

“ O Jesus da historia começou seu ministério na terra, o Cristo da gloria tem agido através do seu Espírito desde então, de acordo com sua promessa de permanecer com seu povo sempre, ate a consumação do século” p 32

Leslie Newbigin: “A igreja é o povo peregrino de Deus. Ela esta em movimento, correndo para todos os cantos da terra para implorar que todos os homens se reconciliem com Deus, correndo para o final dos tempos para encontrar o seu Senhor que reunira a todos... Ela não pode ser entendida corretamente, exceto sob uma perspectiva ao mesmo tempo missionário e escatológica.”.p 43

“Sem o Espírito Santo, o discipulado cristão seria inconcebível, impossível, ate. Não pode haver vida sem o doador da vida, nem entendimento sem o Espírito da Verdade, nem comunhão sem a unidade do Espírito, nem caráter semelhante a Cristo sem o seu fruto, nem testemunho efetivo sem o seu poder. Assim como um corpo sem respiração é um cadáver, a igreja sem o Espírito é morta” p 63

“Lutero entendia a profecia como o conhecimento de Deus através de Cristo, que o Espírito Santo acende e faz queimar através da palavra do Evangelho” p 78

“O que o evangelho exige é que se deixe o pecado e se volte radicalmente para Cristo, o que é expresso internamente pelo arrependimento e fé, e, externamente pelo batismo. Pois nos submetemos ao batismo em nome de Cristo que anteriormente rejeitamos, e isso é a prova publica da nossa fé penitente nEle” p 85

“O Espírito leva a igreja a testemunhar incessantemente e os testemunhos fazem com que igrejas surjam continuamente. A igreja é uma igreja missionária” p 91

“Minorar as necessidades e abolir a miséria dentro da nova comunidade de Jesus são parte da responsabilidade dos crentes cheios do Espírito Santo” p 89

“...regozijando-se por terem sido julgados dignos de sofrerem afronta pelo nome de Jesus”
At 5:41 in fine

“A perseguição refina a igreja, mas não a destrói. Se a perseguição levar a adoração e a oração, ao reconhecimento da soberania de Deus e da solidariedade com Cristo e seus sofrimentos, então- por mais dolorosa que seja- ela pode ate ser bem vinda” p 132

“A evangelização eficaz se torna possível quando a igreja recupera o evangelho bíblico e a confiança em sua verdade, relevância e poder” p 161

Declaração das verdades fundamentais das Assembléias de Deus:“todos os crentes são chamados para o batismo no Espírito Santo e fogo, e devem espera-lo ardentemente e busca-lo sinceramente, de acordo com o mandamento de nosso Senhor Jesus Cristo. Era essa a experiência de todos na igreja crista primitiva” p 171

domingo, julho 02, 2006

neve e fogo com juventude da sede


14. 06. 2005, primeiro encontro da juventude da sede, lançamento do impacto. Lá pelas 3 da manhã, a turma em meio a uma grande nevasca, aquecendo na fogueira.

A tranquilidade em meio as nevascas e as fogueiras da vida, pena que meu guaraná ficou nevado.





a nevasca foi tão forte que derrubou o mais engraçadinho da noite da cadeira.

O três campos de Batalha

FRANGIPANE, Francis O três campos de Batalha Ed. Vida

“Antes de iniciar a guerra temos que reconhecer que as áreas que escondemos na escuridão são as mesmas da nossa futura derrota” p 18

“É no contexto do arrependimento, da humildade e do coração limpo que percebemos satanás fugindo de nos” p19

“Fortaleza demoníaca é todo tipo de pensamento que exalta o eu acima do conhecimento divino, dando ao diabo um lugar seguro de influencia na vida intelectual do individuo” p 28

“Devemos entender que a energia que gastamos para manter nossos peados secretos são o próprio material que constitui a fortaleza” p. 31

“A primeira fortaleza que Deus precisa remover é do orgulho. Pois, se o individuo não reconhece que precisa de libertação, jamais se livrara das fortalezas” p. 37

“vitória começa com o nome de Jesus em nossos lábios. Consuma-se com a natureza de Jesus em nosso coração”

“Nada, nem adoração, nem guerra, nem amor, nem libertação se alcança verdadeiramente se perdermos o objetivo único de nossa fé: a semelhança de Cristo” p 49

“Por meio de Cristo, entramos na excelência de seus caminhos em nossos relacionamentos tanto com o Pai quanto uns com outros” p. 50

“A guerra contra os principados implica em desalojamento: Cristo ocupando os territórios espirituais antes ocupados por satanás”. P 101

“Devemos perceber que nossas orações, atitudes e concordância com Deus são parte integrante do estabelecimento do Reino de Deus na terra” p104

“O pecado da presunção é a antítese do temor ao Senhor. É o precursor da derrota futura” p. 133

“Nossas palavras a respeito dos outros, bem como nossas palavras recíprocas, devem carregar consigo o mesmo senso de reverencia de quando falamos com Deus. Ele esta ouvindo” p 96

sábado, julho 01, 2006

O Impostor que vive em mim!

MANNING, Brenan O Impostor que vive em mim Textus, 2006.

Thomas Merton: “Resigne-se de sua insuficiência e reconheça sua insignificância para o Senhor. Quer você entenda isso, ou não, Deus o ama, está presente em você, vive em você, habita em você, chama você, salva você e lhe oferece entendimento e compaixão que não se compara a nada que você tenha encontrado num livro ou ouvido num sermão”. P 23

“Viver a partir do falso eu gera um desejo compulsivo de apresentar uma imagem perfeita para o publico, de forma que todos admirem e ninguém conheça” p 39

“Nossa identidade repousa na ternura implacável de Deus por nos, revelada em Jesus Cristo” p 62

“Meu papel era identificar-me com a dor de outros, não alivia-la. Ministrar era compartilhar, não dominar, entender, não teologizar, cuidar , não consertar” p 64

“Apenas a confiança despreocupada numa Fonte maior que nos mesmos pode dar força para perdoarmos as feridas causadas pelos outros. Em momentos extremos como esses, ha apenas um lugar aonde ir- o Calvário” p 82

Cristo crucificado é o poder e a sabedoria de Deus, uma força viva de sua presente ressurreição, transformando nossa vida e nos capacitando a estender a mão reconciliadora aos inimigos” p 82

Henri Nouwen:“O que se exige é que nos tornemos como o Amado nos lugares comuns da existência diária e, pouco a pouco, diminuir a distancia existente entre o que reconhecemos ser nos mesmos e as inúmeras realidades especificas da vida cotidiana. Tornano-mos o Amado é trazer a mim a verdade do alto revelada, ate aquilo que ordinariamente somos, de fato, nos pensamentos, nas palavras e nas ações a cada momento” p 87

“a obediência era a expressão de amor a Deus e ao próximo, portanto qualquer forma de religiosidade que se coloca no caminho do amor também se coloca no caminho do próprio Deus” 100

“Não ha um só momento que não carregue um significado eterno- nenhuma ação estéril, nenhum amor sem realização e nenhuma oração não ouvida” p133

“O milagre do evangelho é Cristo, ressurreto e glorificado, que neste exato momento segue nosso rastro, nos persegue, habita em nos e se oferece como companhia para nossa jornada!” p 135

“a disciplina da consciência da presença do Jesus ressurreto esta intimamente ligada à recuperação da paixão” 141

Joachim Jeremias:“Quando essa grande alegria toma conta de um homem, ela o arrebata, penetra-lhe
no intimo e subjuga-lhe a mente. Tudo o mais aparece inútil se comparado aquele valor extraordinário.A entrega sem reservas daquilo que é mais valioso torna-se o caminho natural. A idéia clara na parábola não é que o homem abre mão, mas a razão para assim faze-lo – a esmagadora experiência de sua descoberta. O efeito da boa é irrestivel, enche o coração de felicidade, muda completamente a direção da vida de uma pessoa e produz o mais sincero sacrifício próprio”p 145

Antonio de Pádua: “De que vale o aprendizado se não se transforma em amor?”

Yves Congar:” A revelação de Jesus não esta contida apenas em seu ensino, esta também, e talvez devamos dizer principalmente, contida em suas ações. A Palavra que se fez carne, Deus aceitando a posição de servo, a lavagem aos pés dos discípulos- tudo isso tem a força da revelação, e uma revelação de Deus” p174

“O discipulado autentico implica em atitudes como zombar dos ídolos do prestigio, da honra e do reconhecimento, recusar-se levar a serio, dançar a musica num ritmo diferente e livremente abraçar o estilo de vida de servo” p. 175

Beatrice Bruteau:“O amor de Deus não é condicional. Não podemos fazer nada para merece-lo, por essa razão é chamado de graça, e não precisamos fazer nada para provoca-lo. Já esta lá. Qualquer amor que seja salvador precisa ser desse tipo, absolutamente incondicional e livre” p 186

“O cristianismo consiste primariamente não naquilo que fazemos para Deus, mas no que Deus faz por nos- as coisas maravilhosas e grandiosas que Ele concebeu e alcançou para nos em Cristo Jesus” p 206

“O compromisso cristão não é abstração. É um jeito de ser concreto, visível, corajoso e formidável, num mundo forjado por escolhas diárias consistentes com a verdade interior (Mt 7:26)” p. 172

“Conhecendo quem Ele é, descobrira quem você é: filho de Deus,em Cristo, nosso Senhor” p 207.