sexta-feira, novembro 19, 2010

Tim Keller: Esperança para seu dinheiro.




1 Timóteo 6:6-10, 17-19:Mas é grande ganho a piedade com contentamento. Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.  Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.
Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis; Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna.
Esta passagem é uma das mais práticas e maravilhosas passagens que há na Biblia sobre qual deveria ser  a atitude da igreja a respeito do dinheiro. Nós temos visto nesta série para que a Redeemer é chamada a ser nesta cidade, e nós giramos em volta deste assunto. Uma semana nós falamos sobre a justiça para os pobres, outra semana nós falamos sobre ser uma comunidade de pessoas engajadas na vida dos outros num modo bem prático, e noutra semana nós olhamos para o que significa trabalhar, e o que  significaria trabalhar para o bem comum.
Em cada uma destas situações, nós giramos em volta do assunto sobre o que a Bíblia diz a respeito do dinheiro. Contudo, aqui nós vamos diretamente a este ponto. Se nós estamos querendo ser uma comunidade que Deus quer nós sejamos nesta cidade, nós temos que ser uma igreja cheia de pessoas que tenham uma atitude moldada pelo evangelho a respeito do dinheiro.
Isto começa em reocnhecer que o dinheiro pode ser uma armadilha- isto é o que dito no coração desta passagem. Os dois ontos pelos quais nós podemos esboçar alguma coisa do ensino desta passagem são: “Como o dinheiro é uma armadilha? “ e “Como escapar desta armadilha?”
DINHEIRO É UMA ARMADILHA.
Primeiro, olhando para os versos 9 e 10, duas frases muito famosas: “Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.” O verso 10 é um dos versos mais mal entendidos de toda a Bíblia. Quem nunca ouviu pessoas dizerem, “A Bíblia não diz que o dinheiro é raiz de todo mal?”. E todo nós podemos responder que “Não”. Ela não diz isto aqui.
Note que, primeiro de tudo, ela diz que o amor ao dinheiro, um desejo desordenado pelo dinheiro, é a raiz de todos os tipos de males. A razão para esta nuância é porque a Bíblia diz que bastante coisas positivas sobre dinheiro, riqueza e posses materiais. Alguma destas coisas vem desta passagem.
Na última parte do verso 17, ela diz que “ mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos”. Isto é  tomar o fato que a Bíblia não partilha da filosofia que diz que o corpo é ruim, que o material é ruim, e que o espírito é bom. Isto não é o que a Bíblia diz. Deus fez corpo e alma. Deus fez um mundo material. Isto é uma coisa boa e desfrutar confortos materiais e posses materiais é uma coisa boa. Não há nada de errado em ter estas coisas.
Não apenas isto, olhe para o verso 18. O rico não ordenado que ele deixe de ser rico. A eles é dito para ser rico em boas obras. Paulo está dizendo que se vocês são ricos e você estão envolvidos profundamente na vida de outras pessoas e nas necessidades de outros da cidade e assim por diante, isto é uma grande oisa. Vocês não não ter qualquer ensino que os diga, “se vocês são ricos e são cristãos, vocês devem parar com isto. Seria melhor vocês se desfazerem disto. Vocês precisam se livrar disto”. Não. Abraão, Jó e outros na Bíblia eram ricos pela bênção de Deus, e, como resultado, eles deveriam ser ricos em boas obras.  Há todos os tipos de afirmações sobre como ganhar dinheiro e ter dinheiro, riqueza
e os bens materiais na Bíblia.
E ainda, isto é o que é tão maravilhoso para mim nas Escrituras. Há uma afirmação maravilhosa sobre a riqueza material e dinheiro ao longo das linhas daquilo que muitas pessoas chamam pensamento capitalista. Contudo, há também maravilhosos avisos sobre o perigo espiritual do dinheiro, e como ele pode destorcer você, oprimir você, e ser um instrumento de opressão. Especialmente quando nós tomamos o livro de Tiago, há avisos sobre riqueza que vemos nos pensamentos anti-capitalistas. Entretanto, a Bíblia realmente não se encaixa neste mundo de categorias ou sistemas econômicos.
Em volta desta afrimação da riqueza existe um grande aviso: se você quer ser rico, se você tem um desejo desordenado para com o dinheiro, se você ama dinheiro, que seja você tenha isto ou não- não é apenas ter riquezas, mas ter o desejo por isto- o amor ao dinheiro é um armadilha. A palavra grega para armadilha se refere a um tipo particular de armadilha, era um nós usado para pegar passarinhos. Quando os pássaros caminhavam dentro deste nó, você amarravam eles e então vocês o tomavam. Isto era usualmente escondido para que o pássaro não o visse.
Quando você coloca esta palavra para armadilha junto com a palavra tolice- isto diz as pessoas que quem quer ser rico cai na tentação e dentro de muitos desejos insensatos e nocivos- a palavra tolice está batendo numa idéia hebraica bíblica muito importante, e isto é que um tolo é alguém que é sábio em seus próprios olhos. Um tolo é alguém que está em negação, cego desproporcionalmente e em auto-engano. Nós estamos dizendo que o dinheiro tem um tipo de força gira em torno disto- que não importa se você o tenha ou não tenha, o desejo por ele pode cegar você da realidade. Ele pode distorcer seu entendimento da realidade de uma forma séria e destruidora da sua alma.
Como pode ser isto? Existem duas maneiras que este texto nos diz: ele cega você sobre quem você é, e ele cega você sobre o quanto de dinheiro que você realmente tem.
Primeiro, ele cega você sobre quem você é. Note a declaração muito forte que há no verso 17. Ela não diz que algumas pessoas que são ricas tem uma grande cabeça. Ela diz:  “Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos”. Ele está assumindo isto como um problema. Ele não diz sugira, ele diz, manda aqueles que são ricos no mundo presente não sejam arrogantes.
Agora, por que isto aconteceu? Eu vou dizer para você por que. O evangelho é você é justificado pela graça- vocês são justificados por aquilo que Jesus fez. Contudo, o modo defeituoso do coração humano é que nós queremos justificar a nós mesmos. Nós queremos merecer isto. Nós queremos estar no controle. E quando a tendência natural do coração humano sobre a auto-justificação entra em contato com o sucesso financeiro- quando você começa a fazer mais dinheiro, quando você começa a subir na escada, quando você começa a ser bem sucedido e ter promoções- o que acontece? Quando você coloca o sucesso junto com esta parte do coração humano, você quase que automaticamente começa a generalizar seu sucesso em todas as áreas de sua vida.
Você foi bem sucedido em uma área da vida e você começa a ser esperto sobre outra área, qualquer que seja o campo, contudo,  a tendência natural do coração humano é generalizar,  e você começa a se sentir um expert em todas as áreas da vida humana. Riqueza tende a fazer de você superconfiante sobre sua própria intuição e palpites, porque seus palpites fizeram você rico, e, como resultado de seus palpites- sobre tudo, sobre relacionamentos- em todas as áreas você se sente como “eu sei”. Isto significa que você perde a habilidade de aprender. Você não é um discípulo mais, você não aprende mais. Primeiro, você estagna e então você começa a declinar, e você realmente não cresce como uma pessoa mais.  Isto é chamado de arrogância.
Uma das coisas muito ruins que acontece é que você começa a perder perspectiva sobre o que você realmente é. Você não aceita críticas. Por sinal, quanto mais rico você for, mais fácil é ficar alheio das críticas e não escutar nada. E isto é mortal. Como Bernardo de Clairvaux, um dos pais da igreja, uma vez disse: ver um homem humilde com prosperidade é uma das grandes raridades do mundo.
Esta é uma coisa dura que tenho que dizer, contudo, o fato é que quanto mais bem sucedido vocês forem, mais provavelmente você vai tomar sua superioridade de um campo estreito da atividade humana e assumir que isto significa que você é superior- ponto final. Isto acontece o tempo todo e Paulo diz, ordena aos ricos- sais de cheiro aqui- falem aos ricos, “vejam isto de perto! Parem com isto! Cuidado com isto!” Nós vemos, primeiro, que o dinheiro tem o poder de cegar você para quem você é.
Mas, por segundo, o dinheiro tem o poder de cegar você sobre o quanto você tem realmente. Ele diz que as pessoas que querem ficar ricas podem cair numa armadilha de desejos nocivos e insensatos. A palavra desejos é uma palavra que significa vícios – desejos excessivos, desordenados. Aqui tem uma conotação de vício.
Desejos viciados tem um efeito de tolerância. Qual é este efeito de tolerância? Se você é viciado em drogas, você vai descobrir que uma certa droga dá a você um sentido elevado ou de bem-estar. Contudo, com o passar do tempo, seu corpo começa a tolerar isto. Começa a se acostumar com isto, você então começa a precisar de mais e mais da substância para que tenha o mesmo efeito. Acontece a mesma coisa com dinheiro. Dinheiro pode ser uma armadilha, e uma armadilha são os desejos tolos e nocivos.
Aqui é como isto funciona. Quando você começa a fazer um pouco mais de dinheiro, você começa a se sentir apto para comprar coisas e fazer coisas que você não poderia antes. Estas coisas são luxúrias. Por que? Porque você conseguia viver sem elas há muito tempo, você conseguia viver perfeitamente sem elas.
Agora, quando você tem estas luxúrias, elas são deliciosas, mas o efeito de tolerância-você vivia sem elas, você poderia ter elas ou não- signfica que você se acostumou a utilizar-se delas. E o que acontece  de uma forma incrivelmente rápida é que estas luxúrias  se tornaram necessidades. Coisas que você não pode viver sem, que você não sabe ficar sem. Este é o efeito de tolerância. Você precisa de mais e mais apenas para se sentir normal.
Não apenas isto, quando você começa a fazer um pouco mais dinheiro e você começa a subir no mundo, você está apto a viver em lugares bacanas e ir a lugares legais. E a próxima coisa que você sabe, é que  você começa a se associar com uma fatia socio-economica mais alta. O problema é que dentro de cada faixa socio-economica existem variações, há sempre pessoas nesta faixa que estão indo melhores que você e vivem melhor que você. Você olha para elas e pensa, eu não tenho tanto dinheiro. Não importa quanto de dinheiro você tem, você sempre estará dizendo, eu não tenho tanto dinheiro assim, porque o efeito de tolerância e este tipo de condicionamento social vão pegar você. A razão pela qual você é preso na armadilha é que aquilo que era uma luxúria passou agora a ser uma necessidade: você tem que ter aquilo. Você deve.
E agora você está preso numa corrida de ratinhos, um ciclo de ganhar e ganhar. Por que? Para manter-se por cima, vivendo em custo que antes eram negociáveis e agora se tornaram inegociáveis, e como resultado você sempre se sentirá preso, como se você não tivesse o dinheiro suficiente para gastar.  Contudo você tem! Você se sente como se dificilmente terá dinheiro para viver. Mas você tem! Você quase sempre está melhor do que  pensa que está. Por que? Porque o dinheiro cegou você- o dinheiro tem o poder de cegar sobre o quanto você tem.
Esta é a razão porque Jesus teve de dizer como ele disse em Lucas 12:15:”Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça”. Tome cuidado! Não seja enganado! Você sabe por que ele disse isto? Jesus falou sobre sexo e luxo e adultério, e não disse , Tome cuidado, você se deixe cair na tolice e na luxúria. Você sabe por que?
Através dos anos, um monte de pessoas vieram a mim dizendo que estavam cometendo adultério, ou elas tinham confessado que tinham problemas com pornografia ou com luxúria. Nunca em todos estes anos, teve alguém que veio e disse: Pastor, eu sou ganancioso, eu gasto muito comigo mesmo. Coisas que antes eram luxos agora são necessidades. Eu estou gastando muito dinheiro. Eu sou materialista. Me ajude!
Anos atrás, eu estava fazendo uma série de conversas num estudo bíblico para homens, e era sobre os sete pecados capitais. Cada semana eu cobria um dos pecados. Numa semana eu falei sobre a raiva, outra sobre a luxúria e assim por diante. Minha esposa, Kathy, me disse que na semana que falei sobre a ganância foi a menor audiência, e ela estava certa. Você sabe por que? Porque ninguém acha que isto é verdade para eles.  Quando você está cometendo adultério, quando você está usando pornografia, você que está cometendo adultério. Você sabe que está usando pornografia. A razão por qual Jesus tinha que dizer:”Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça” é porque você nunca sabe quando você é ganancioso. Você não sabe. Você está cego para isto. Você diz, eu não sou ganancioso, eu não gasto um monte de dinheiro. Realmente, eu estou preso. Você está viciado. Você está cego. Você está se auto-enganando.
Adivinhe só? Você não ousar sentar aqui e dizer: mas, eu não tenho dinheiro suficiente para aquilo que é verdadeiro para mim, porque os versos 6 a 10 são para pessoas que não tem o tanto de dinheiro mas que querem ter este tanto. (Versos 17 a 19 são para as pessoas que possuem um monte de dinheiro). Dinheiro pode envenenar sua vida, seja pela sua ausência ou pela sua presença. Porque se você não o tem, você inveja as pessoas que tem, e fica resentido com as pessoas que possuem- ou mesmo se você apenas bate em si mesmo porque todas as pessoas que vão com voc~e na escola estão muito melhores que você- este tipo de auto-piedade mostra que o dinheiro é uma armadilha.
ESCAPANDO DA ARMADILHA.
Existem três disciplinas aqui. E elas não disciplinas diferentes, cada uma delas você tentar individualmente, mas se elas devem operar todas juntas. Elas são contentamento, graça e simplicidade.
O primeiro passo para escapar da cilada é o contentamento. Este é o como você escapa da armadilha do dinheiro. O verso 6 diz grande ganho é o contentamento com a piedade. A palavra ganho significa riqueza. É uma palavra que significa mega-riqueza. Paulo está dizendo que o contentamento piedoso é a riqueza real – e contentamento significa a habilidade para ser completamente feliz  e contente não importanto suas circunstâncias.
De fato, a palavra que ele usou aqui é uma palavra que os filósofos gregos daquele tempo consideravam a maior virtude, porque eles acreditavam que a virtude mais alta era sua paz interior ser completamente independente das circunstâncias. Contentamento significava que não importa o que está acontecendo no mundo lá fora- não importa o que está ocorrendo em Wall Street, não importa para você fisicamente ou financeiramente, não importa quão tempestuosa está a situação- você pode olhar e sorrir, porque você tem paz interior e sua condição interna não está baseada nas circunstâncias sobretudo. Esta é a palavra que Paulo usa aqui, e isto, ele diz, é a real riqueza.
Você sabe por que Paulo diz isto? Nós imaginamos que riqueza é um jeito pelo qual nós nos sentimos salvos e seguros. Uma razão pela qual nós queremos ser ricos- e há muitas, contudo esta é provavelmente a principal- é nós nos sentimos que a riqueza nos fará seguros e salvos. Nós podemos perder nosso emprego, isto pode acontecer. Contudo, isto não importará se nós tivermos um monte de dinheiro, muitas reservas, muitos investimentos, um portfólio diversificado de vários tipos de ações. Então, não importa o que acontece fora no mundo e não importa quão tempestuoso isto seja, nós podemos sorrir. Nós nos sentiremos seguros. Nós nos sentiremos salvos. Não é este o caso? Não é por isto que nós temos medo de dar dinheiro nos níveis que Bíblia nos manda dar? Não é egoísmo, é o medo. É a ansiedade, porque sentimos que é isto  o que vai fazer-nos seguros.
Mas essa visão não funciona. Isso é o que Paulo está tentando dizer. Se você acha que a riqueza material,  a riqueza mundana,  é a maneira de ser  contente e de  se sentir seguro, você está errado. Por uma questão de fato (eu sei isso como um pastor, trabalhando com as pessoas por anos, e se você é um conselheiro que você certamente sabe isso), muita gente pensa, "Se eu tivesse feito muito mais dinheiro, eu iria gostar mais de mim. "Na verdade, acontece o aumento da suas auto-dúvidas. Um monte de pessoas dizem: "Se eu ganhasse mais dinheiro, as pessoas iriam gostar de mim, e meus relacionamentos seriam melhores”. Na verdade, isto complicaria seus relacionamentos. E as pessoas sempre dizem, Mas, se eu tivesse um monte de dinheiro, então eu me sentiria salvo. Na verdade, você estaria mais preocupado do que nunca esteve, porque você teria muito mais para perder.
Paulo diz se você relamente quer a verdadeira riqueza, isto é ele diz se você quer se sentir seguro de modo que você pode sorrir na tempestade não importanto o que aconteça, você precisa conhecer Cristo e saber que você conhece Cristo. Esta é a razão pela qual Paulo diz em Filipenses 4:11-13: “porque já aprendi a contentar-me com o que tenho.Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade.Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece”.
Como isto funciona? Você pensa que se você tivesse um monte de dinheiro, você poderia finalmente gostar de si mesmo. Se você quer gostar de si mesmo? A Bíblia diz que em Jesus Cristo nossos nomes são escritos no céu –Ap. 3:5-. O que isto signifca? Isto quer dizer que seu nome está nas alturas. Seu nome foi gravado. Você tem um nome que vai durar para sempre. Isto significa isto, se você pertence a Cristo, sua fama irá durar após esta vida mais do que as mais famosas figuras desta terra.
Ou você diz, Mas se eu tivesse dinheiro, então eu me sentiria salvo. Anos atrás, Jonathan Edwards (quando ele apenas tinha dezoito anos de idade!) pregou um sermão chamado a Felicidade Cristã, ou, como é as vezes chamado, o contentamento cristão.
Ele disse neste sermão que existem três razoes por que qualquer crente que conhece Cristo, e sabe que conhece a Cristo pode ser completamente feliz e contente. As três razoes são: suas coisas ruins serão transformadas em coisas boas, suas coisas boas nunca poderão se afastar de você e as melhores coisas ainda estão por vir.
Primeiro, suas coisas ruins se transformaram em boas. Se Deus está com você, então, ele mesmo que odeia o mal no mundo e odeia o sofrimento no mundo e os problemas e males desta vida no mundo- Romanos 8:28 diz que ele vai encontrar um jeito de andar com você através deste mundo, de modo que mesmo as coisas ruins terão bons efeitos na sua vida e no seu coração, em muitos aspectos.
Segundo, suas coisas boas não serão tomadas de você. O que são suas coisas boas? Você foi adotado para a família de Deus. O espírito santo foi colocado dentro da sua vida e está, eventualmente, transformando você em um ser glorioso- algo muito maior que suas aspirações ou qualquer coisa que você possa imaginar que será.
No sistema sacrificial do velho testamento, o sumo sacerdote ia diante do trono de Deus, ele tinha uma couraça. No peitoral havia pedras preciosas e sobre elas estavamescritos os nomes dos filhos de Israel (Exodo 28:9-12). Quando a Biblia fala sobre Jesus Cristo ser o nosso sumo sacerdote (hebreus 7:11-10,18, por exemplo), isso significa que de alguma forma seus nomes estarão escritos no coração de Jesus Cristo, e quando o Pai olha para você e seu nome, ele vê uma jóia de absoluta, absoluta beleza. E isso é verdade agora.
Veja, suas coisas boas não podem ser tiradas de você. O que são as coisas boas? Adoção, justificação, santificação, glorificação. Estas coisas não podem ser tiradas – nunca.
Terceiro, as melhores coisas ainda estão por vir. O que isto significaria? Quando Paulo diz, eu tenho aprendido a ser contente em todas as circunstancias, vamos relembrar quem está dizendo isto. Quando você e eu lutamos por contentamento, nós estamos tentando ser contentes na frente do nossos patrões ou em face de um trabalho ou mesmo das nossas contas, Paulo esta diante de tortura e morte. E você sabe o que estava dizendo? Ele dizia, Quando eu vejo a morte iminente, quando eu vejo tortura, quando eu vejo trinta e nove acoites, quando eu vejo aprisionamento, isto não me incomoda (cf. 2Co 11:25-30). Por que? Porque o que é que a pior coisa deste mundo pode fazer para você? Você pode morrer- uma morte prematura, trágica e dolorosa.
Mas adivinhem só? George Hebert , o grande poeta, diz que a morte costumava ser um carrasco, mas o evangelho fez dela, um jardineiro. Quando Paulo diz, o morte, onde está seu aguilhão? O túmulo, onde está sua vitória? (1Co 15:55), o que ele está fazendo? Ele está dizendo para a morte- na, na, não. Venha morte, vai em frente e de seu melhor tiro.
De fato, George Hebert tem esta grande linha em seu poema. Um dialogo-hino, onde o cristão tem um dialogo com a morte e, finalmente, o crente diz que tudo que ela pode fazer é deixa-lo melhor que antes.
Então, o que Paulo está dizendo? Você quer se sentir seguro? Você quer se sentir salvo? Você quer olhar para fora e dizer que realmente não importa quão tempestuosa é a vida, é para apenas um sorriso? Você quer ter a paz que vem de dentro e não de circunstâncias externas? Conhecer a Cristo, e saber que você sabe de Cristo "Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece. Estou absolutamente contente ".
Você precisa de contentamento. Sem satisfação, sem uma riqueza interna espiritual e contentamento- o dinheiro vai destruí-lo.
A segunda coisa que precisamos a fim de escapar da armadilha do dinheiro é de graça. Você diz, "eu acredito que um monte de coisas, mas eu não sinto o contentamento. Acredito que tudo o que sobre Jesus, mas posso dizer que estou muito ansioso. Quando eu olho para as circunstâncias, eu não posso sorrir na tempestade. "
Aqui está o que você tem que fazer. Você precisa levar o evangelho da graça e da justificação e da aprofundá-lo em seu coração, pedindo ao Espírito Santo para fazê-lo existencialmente real para você, até o contentamento cresce.
Deixe-me dar um exemplo. O versículo 6 diz: "piedade com contentamento é grande ganho", e, em seguida, o versículo 7: "Porque nada temos trazido para o mundo, e nada podemos levar dele." Agora, este é um versículo interessante. O que Paulo está dizendo aqui?
Comentaristas apontam que Paulo é basicamente citando Jó. Jó teve uma série horrível, trágica de acontecimentos nos quais todos os seus filhos e toda sua família foram mortos, e toda a sua riqueza foi tirada. E, em face do sofrimento inacreditável, Jó se levantou, e não existe expressão de mais incrível equilíbrio diante do sofrimento, por que ele diz, como você pode se lembrar: "Nu vim ao mundo e nu sairei . O Senhor o deu e o Senhor o tirou. Bendito seja o nome do Senhor "(Jó 1:21).
Isso é o que Paulo está falando aqui - "Nu saí para o mundo e nu sairei." Nudez "na Bíblia é muito mais do que apenas nudez. A nudez é a vulnerabilidade. A nudez é a falta de defesas. Aqui está o que ele está dizendo. Você está nu. Você entra nu no mundo, um pequeno bebê que é completamente indefeso, totalmente inseguro e vulnerável. E uma pessoa idosa que está perto da morte é tão impotente e indefeso quanto um recém-nascido. E nada pode mudar isso. Nada.
Então, enquanto estamos aqui, por que estamos correndo ao redor tentando conseguir bens materiais? Por que estamos tentando fazer investimentos? Por que estamos gastando tanto tempo para sermos bem sucedidos? Por quê? É porque nós estamos tentando cobrir a nudez. Essas coisas são folhas de figueira. Estamos tentando cobrir aquela sensação de vulnerabilidade. Nós estamos tentando dizer, "Eu quero estar no controle. Eu não quero me sentir indefeso e vulnerável. Eu não quero me sentir nu. "
Estamos tentando nos cobrir, mas adivinhem? O que Paulo está dizendo, que a Bíblia diz é "Você não pode." Como você está morrendo, é possível que tente levantar recursos para evitar isto, mas isso não está acontecendo com você. Eles vão ficar no caixão e você não estará lá. Você está nu. Nós estamos todos nus, basicamente, portanto, não há absolutamente nenhuma segurança.
A menos que - você sabe que Jó queixou-se que ele não viveu uma vida ruim, e ele queria saber por que ele estava sofrendo. Ele diz: "Eu sou um sofredor inocente." Mas a partir da perspectiva do Novo Testamento, sabemos que houve apenas um sofredor inocente. Há apenas um Jó real. Jesus Cristo, a única pessoa que não merecia o sofrimento em todos, foi despido na cruz. Ele tornou-se absolutamente vulnerável. Ele perdeu toda a sua paz interior. Ele ficou rugindo em agonia no jardim do Getsêmani e na cruz: "Meu Deus, meu Deus, porque me desamparaste "(Mateus 27:46)
Por que ele experimentou nudez ? Por que ele sentiu a vulnerabilidade absoluta, que a perda absoluta da paz? Então, você poderia ser vestido. Então você poderia estar seguro. Assim você poderia ter paz roupas e da segurança e a paz de saber que a salvação de Deus, o perdão de Deus, a justiça de Cristo foi vestidos em você, sua adoção, sua santificação, a sua justificação. Essa é a verdadeira riqueza que não pode ser tirado, e é a roupa você e que te cobre.
Essa é a razão pela qual John Newton diz que você pode cantar esta canção:

Seu amor, nos últimos tempos,
Proíbe-me a pensar
Ele vai me deixar na última
Com problemas para afundar.
Através da oração, deixe-me lutar,
E ele irá executar;
Com Cristo no reservatório,
Eu sorrio na tempestade.

Ao ver Jesus Cristo a morrer por você, você sabe o que isto diz sobre ele? Jesus perdeu seu trono do Pai- ele perdeu a sua glória, ele perdeu seu poder, tornou-se vulnerável. Ele perdeu tudo por nós- por nós! Isso significa ele valoriza mais você e eu mais do que essas coisas! Isso significa que você é o seu tesouro. E quando você vê ele fazendo tudo isso para você, quando você vê fazendo de você o seu tesouro, então, que fará dele o seu tesouro.
Deixe a beleza do que ferir seu coração. Quando você vê como o seu tesouro, vai finalmente ser rico. Você terá finalmente a única riqueza que permite que você sorrir para a tempestade.
A terceira coisa que precisamos a fim de escapar da armadilha do dinheiro é a simplicidade. Paulo diz aqui, algo que é muito importante. Ele diz que quando você tem esse conhecimento de sua nudez, aparte de Cristo, esse conhecimento do que Cristo fez por você, quando você entende isso e você já não têm medo, quando você perde dinheiro medo se torna uma ferramenta. Já não é a sua segurança. Já não é a sua salvação. É uma ferramenta. E quando
torna-se uma ferramenta, algo bom aconteceu!
No versículo 8, Paulo diz que, se temos comida e roupas, estamos contentes com isso. Quando você olhar para o versículo 8, ele parece que ele está dizendo que se você é um cristão, você deve viver em pobreza voluntária de alimentos e vestuário, ponto final. Mas depois que você começa com o versículo 18, onde diz se você é rico, "ser rico em boas obras." Espere um minuto, como conciliar o versículo 8 e o versículo 18 juntos?
A resposta, creio eu, é isso. Paulo está realmente dizendo que no seu coração, não importa onde você mora, não importa onde você está na escala socioeconômica, você nunca deixou de luxo tornaram-se necessidades. Está sempre contente com o estilo de vida simples.
Todas as coisas que outras pessoas consideram as necessidades em sua faixa de renda e em sua vizinhança e em seu campo profissional, você sabe que não são. (Precisamos de cristãos que vivam em todos os lugares pelo caminho. Todos os cristãos não podem viver um pobreza voluntaria, porque, então, existiria classes sociais onde não existiriam cristãos. Isso não pode acontecer-Deus quer que você vá em todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.) Mas em sua vizinhança e em seu ramo social, o evangelho impede de você cair na armadilha da ilusão e do auto-engano. Todos os seus amigos e vizinhos, e todos em torno de você olhar para certas coisas que acham que são necessidades, mas você sabe que elas são luxos. Isso significa que todos os cristãos vivem no extremo inferior da seu ramo social, para que eles possam dar um monte de seu dinheiro.
Quando o versículo 18 diz: "se você está fazendo dinheiro, verifique se você está compartilhando o que você tem". Isto significa que quanto mais você subir em todo o mundo, mais você subir na sua profissão, mais dinheiro você acumular, maior será a distância deve haver entre o modo como você pode viver e como você faz. Posso dizer isso de novo? Quanto mais velho você ficar, o mais bem sucedido você ficar, mais dinheiro você ganhará, se você é um cristão e tem sido moldada por o evangelho, maior será a distância deve haver entre o modo como você pode viver e como você vive.
E se nós nos tornamos uma congregação de pessoas que vivem assim, que uma arma secreta que vamos ser para o bem nesta cidade!
Seu amor, nos últimos tempos,
Proíbe-me a pensar
Ele vai me deixar na última
Com problemas para afundar.
Você quer ser seguro?
Através da oração, deixe-me lutar,
E ele irá executar;
Com Cristo no reservatório,
Eu sorri para a tempestade.
Vamos orar.

Nosso Pai, obrigado por nos dar um tempo para olhar para o que o Evangelho pode fazer para os nossos corações em relação ao dinheiro e as posses. Muito obrigado por nos dar este entendimento. Senhor, estamos com medo. Temos medo de confiar em você. Estamos com medo de realmente descansar na segurança real, e como resultado, ainda não estamos tão generoso quanto nós poderíamos ser como deveríamos ser. Pai, nós oramos tão diligentemente, agora que o Espírito Santo trabalhe em nossas vidas, fazendo graça de Jesus, seu sofrimento inocente para nós, a sua vulnerabilidade para nós, tão real para nossos corações que podemos finalmente ver que estamos seguros. Estamos seguros nele. E então nós podemos dar o nosso tempo. Podemos dar o nosso dinheiro, e podemos chegar aos outros e ser os servos que seu filho foi para nós. Nós pedimos tudo isso em nome de quem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate para muitos, Jesus Cristo. Em seu nome oramos, amém.
Copyright © 2010 by Timothy Keller, Redeemer Presbyterian Church. This transcript is based on the audio recording and has been lightly edited. The original was part of the Renew Campaign in Fall 2009, and can be found at http://renew.redeemer.com.
We encourage you to use this material for study and ministry purposes. If you would like to use quotes or key concepts in a sermon or other ministry resource, please provide credit to the original.

Nenhum comentário: